HP lança impressoras que permitem a impressão móvel
 
Empresa aposta na mobilidade da tecnologia ePrint, que imprime arquivos de qualquer lugar e a qualquer hora
Quarta-feira, 20 de outubro de 2010 às 13h34

Stephanie Kohn

Nesta quarta-feira a HP promoveu um evento para mostrar sua nova linha de impressoras. O apresentador e jornalista Marcelo Tas e seis executivos da empresa apresentaram os 16 novos produtos no portfólio. A novidade, no entanto, se concentrou em dez destes produtos, os únicos que terão uma nova tecnologia empregada: o ePrint.
 
Este serviço já está disponível para o setor corporativo desde o começo do ano, mas agora os consumidores finais, os segmentos de artes gráficas e as pequenas e médias empresas já podem usufruir da tecnologia. "Estamos trazendo inovação útil a um preço acessível que permitirá que esta tecnologia seja, acima de tudo, democrática", explica Fernando Lewis, vice-presidente do grupo de Imagem e Impressão da HP Brasil.
 
O ePrint se torna atrativo pela possibilidade de conseguir impressões móveis, ou seja, os usuários podem imprimir documentos de qualquer lugar e a qualquer hora. Basta habilitar o email de sua impressora, que será criado aleatoriamente, e enviar o arquivo para o endereço indicado. Mesmo se a impressora estiver desligada, ela armazena a ação em sua memória e assim que for ligada novamente vai imprimir o conteúdo pedido. "O ePrint traz a liberdade para a impressão. Ele consegue imprimir sua experiência na hora em que ela acontece", diz Fernando.
 
Entre os produtos, o destaque é a Envy 100 eAiO que chega com design mais compacto, tela sensível ao toque e recursos como cópias e digitalizações. Além disso, é a primeira impressora sem PVC do planeta. Já uma outra opção mais barata é a Photosmart eAiO, que imprime fotos com qualidade, e é ideal para documentos do dia a dia. A tecnologia ePrint e conexão sem fio integrados facilitam o compartilhamento da impressora com vários computadores. A envy 100 eAiO sai por R$ 999 e a Photosmart por R$ 399.


A HP também desenvolveu um sistema para que não haja problemas com spam e para evitar emails e impressões indesejadas. Ao selecionar o modo de Proteção, a impressora só irá funcionar mediante uma lista de emails previamente autorizada. "O email da impressora é único e a HP não fornece de forma alguma este endereço. Além disso, com o sistema de Proteção fechamos o ciclo correto de segurança e privacidade", comenta.
 
O celular e outros dispositivos móveis conectados à internet também são aliados na hora de imprimir remotamente. "Estima-se que tenha 195 milhões de celulares no Brasil e 20% deles com 3G, imaginem quantas pessoas podem usar essa tecnologia de imprimir pelo celular", conta Lewis. Assim como a "cloud print", um serviço baseado em computação em nuvem que permite que o usuário compartilhe documentos na nuvem e não precise estar com seu conteúdo o tempo todo em mãos.
 
Outra boa notícia são os aplicativos que trazem conteúdos variados à impressora como desenhos, palavras-cruzadas, fotos e imagens. As apps também se tornam uma mão na roda na hora em que o usuário não está com computador ou outro dispositivo por perto, pois permite que conteúdos sejam gerados e impressos na própria impressora, como um mapa, por exemplo.
 
As ePrints para consumidores finais estarão disponíveis em novembro com preços que variam entre R$ 399 a R$ 999,00. Já para o mercado de pequenas e médias empresas, a tecnologia estará disponível a partir de R$ 749 e chega até R$ 1.799. O setor de artes gráficas ainda não tem previsão de preço, apenas se sabe que chegará ao Brasil em dezembro.
 
Juntamente com o lançamento das impressoras ePrint, a empresa comemora a marca de 20 milhões de impressoras manufaturadas no país. No site da HP dá para fazer download de outros aplicativos e descobrir mais detalhes sobre a nova tecnologia.
 
Olhar Digital

Comments