Publicação de Engenharia Elétrica Recebe Prêmio Internacional

postado em 6 de set de 2018 05:20 por Assessoria de Comunicação do CEEI   [ 6 de set de 2018 05:20 atualizado‎(s)‎ ]
DEE/UAEE
A publicação intitulada “A Fully Passive UHF RFID Soil Moisture Time-Domain Transmissometry Based Sensor”, desenvolvida pelos professores Raimundo Freire e Glauco Fontgalland, da UAEE/CEEI/UFCG, e pelos doutorandos Newton Fonsêca e Bruno Arruda, do PPgEE/CEEI/UFCG, sob a orientação do professor Smail Tedjini, da universidade francesa Instituto Politécnico de Grenoble (Grenoble-INP), ganhou o prêmio de melhor trabalho (best paper) no Simpósio Internacional de Instrumentação de Sistemas, Circuitos e Transdutores (INSCIT 2018), realizado entre os últimos dias 27 e 31 de agosto, em Bento Gonçalves-RS.

Fruto de uma colaboração internacional entre o Laboratório de Instrumentação e Metrologia Científicas (LIMC/UFCG) e o  Laboratório de Design e Integração de Sistemas (LCIS/Grenoble-INP), o trabalho trata da implementação de uma função suplementar às etiquetas de rádio frequência, tendo como objetivo a medição de umidade do solo por meio do uso da tecnologia RFID. Essas etiquetas são mais conhecidas pela aplicação em produtos de supermercados e em peças de lojas de roupas para controle de estoques e prevenção de furtos, bem como em para-brisas de automóveis para controle em pedágios. 

O estudo propõe o desenvolvimento de sensores RFID a baixos custos, operando sem baterias e capturando toda a energia necessária do campo eletromagnético gerado pelo dispositivo leitor. Além da concepção da etiqueta sensora, os autores desenvolveram uma nova arquitetura de circuito que possibilitou elevar o grau de exatidão no processamento destas medições, mantendo o baixo consumo.

“O desenvolvimento de sensores autônomos (sem a necessidade de baterias) e de baixo custo é assunto de extrema atenção em instituições de pesquisa em todo o mundo. A tecnologia RFID é uma candidata importante para esta nova geração de sensores, porém ainda pouco explorada no Brasil. Este prêmio é importante pois destaca a relevância da UFCG no cenário de produção de ciência e tecnologia em nível nacional e internacional”, diz Newton Fonsêca, doutorando do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica (PPgEE/UFCG) que desenvolveu parte de sua tese na França.  

Fonte: ASCOM/UFCG